Noticias


Voltar

22/05/2020

A psicóloga Aline Boaro esclarece como devemos manter uma rotina saudável nessa período

A rotina faz parte de todas as fases da vida. Desde a infância à vida adulta, proporciona a noção de ordem, organização e segurança e neste período de isolamento social é uma forte aliada para saúde mental de toda a família.

Com a pandemia, a rotina do dia-a-dia foi mudada drasticamente, causando um impacto na vida de todos nós, levando-nos ao isolamento social. Vale ressaltar que esse período não é de férias, mas um ato de preservação de nossas vidas. 

É essencial manter a rotina, pois ela é considerada um dos fatores protetivos para o bom funcionamento do nosso cérebro. 

Para criar uma rotina saudável é primordial a organização dos horários, se possível não mudar o horário do sono e da alimentação, pois esses fatores nos ajudam a manter o organismo saudável. O hábito de acordar e dormir no mesmo horário ajuda o corpo a entender como é a sua rotina e suas necessidades diárias. 

Uma das melhores formas de organizar a rotina é se planejar. Tire um tempinho para organizar o seu dia, a semana e até mesmo o seu mês. Um recurso que ajuda muito a manter a rotina é o recurso visual. Faça um check-list ou um cronograma, esses recursos serão grandes colaboradores. 

Após a organização e a execução das tarefas da sua rotina, inclua atividades prazerosas, deixando-as mais leves e fáceis de serem executadas. Vale ressalta que não existe uma rotina correta ou ideal, existe a rotina que funciona ou não funciona e cada indivíduo ou família possui a sua e deve ser compatível com a vida de cada um.

A flexibilização na rotina é muito importante desde que seja de maneira moderada, sair do combinado às vezes faz bem para o corpo e para a mente, de forma que estimula o cérebro a aprender coisas novas e adaptar-se a novas situações. 

 A rotina na vida da criança e do adolescente é tão importante quanto para o adulto, pois ela faz parte do processo da educação e ajuda a manter a previsibilidade no seu dia, como fazer cada coisa em seu horário e espera por aquele momento, fazendo com que se sintam seguros, pois saberão o que irá acontecer ao longo do dia. 

É importante lembrar que não exista uma fórmula única para rotina ou uma rotina ideal, como já citado no texto. Cada família deve criar a sua rotina e os pais ou cuidadores devem respeitar o jeito da criança e do adolescente, devendo conhecer e observar o comportamento dos filhos. 

    Além das crianças terem horário para acordar, comer, estudar e dormir, é essencial que elas tenham um tempo livre para brincar e aproveitar ao seu modo. O momento de ficar com a família também deve estar entre os afazeres principais, sendo um momento produtivo e afetivo. 

A rotina da educação das crianças e dos adolescentes também mudou. Hoje eles estão estudando em casa, sendo um desafio para eles e para os pais.

Para que a rotina de estudo seja produtiva, tente respeitar os horários, criar um ambiente propício para o estudo, sendo tranquilo, sem barulho, prazeroso, leve e que estimule o conhecimento, sendo indispensável o apoio e a colaboração da família. 

 A rotina traz uma sensação de segurança afetiva e cognitiva. O pensamento da criança e do adolescente está vinculado ao concreto, a rotina auxiliará não só a criança, mas toda a família a passar por este momento da melhor forma possível.

Texto de Ariane Mapelli Boaro, psicóloga da Mapear.